quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

"redes sociais": criando um geração de anti-cristãos?

Eu te dou o direito de xingar e humilhar quem eu quiser, menos  anti-cristãos

A paz do Senhor queridos leitores! 
Hoje eu gostaria de falar um pouco sobre as políticas malucas dos sites na internet hoje. 

Sabemos que as maiores home pages seguem uma mesma mecânica e nós pobres mortais somos obrigados a aceitar se queremos postar nossas coisas na rede.

No século XX, a sociedade foi criada de uma maneira mais social. Os pais eram autoridade na família, os filhos eram obrigado a se encaixarem numa sociedade onde o respeito era tudo: quem que fosse diferente desse modelo de sociedade era realmente excluído. As moças tinham um dote, a proteção da virgindade e se casar virgem eram quase que prioridade - um excelente modelo de sociedade. Uma sociedade que não era superior a nossa, mas em relação a viver em sociedade, em educação e bons modos, superam e de longe a nossa.

Os tempos passaram. A tecnologia aumentou muito e parece que com o aumento da mesma, aumenta-se também a burrice. Cada vez mais nossos jovens conseguem ser mais ignorantes e menos sociais com suas famílias. Ao invés de sentar na mesa ao jantar, preferem ficar cada um no seu canto e trocando conversar com desconhecidos na internet. A mesma sociedade que tinha uma educação exemplar (quem estudou nos anos 50, 60 e 70 sabe muito bem o que eu estou falando) pode ver o lixo da educação que se tem hoje.

Bom, mas eu quero falar hoje sobre a mecânica social das redes sociais na internet - e como elas funcionam para manipular a massa de forma que aceitem aos poucos a rejeitarem o cristianismo. 

SEMEANDO O ANTI-CRISTIANISMO
Vivemos no Brasil, um país que tem a propaganda "um país de todos". Será mesmo? Nesse Brasil pode se fazer tudo, menos respeitar a constituição? Nada contra ateus, nem contra pessoas que seguem outros dogmas, mas lei é lei: não existe essa de "humor revolucionário em protesto contra os pastores ladrões e homofóbicos do Brasil". Lei é lei. Se um evangélico ou não cometer um crime, deve-se pagar como qualquer cidadão.

As redes sociais vivem desrespeitando a constituição com suas leis e por que? Porque é um meio mais fácil de por suas regras a um enorme grupo de pessoas. Claro que estão no seu direito legal! Se a pessoa acessa o Facebook, por exemplo, deve aceitar todas as regras do dono da página - mesmo que elas prejudiquem o cristianismo. É aquele negócio: "meu site, minhas regras". Totalmente certo. Mas parece que nenhum desses sites grandes segue um padrão diferente em suas "regras" - todos eles permitem o livre acesso a atacar grosseiramente os cristãos.

Se você pretende expor suas opiniões nesses sites, cuidado. Você será barrado por que eles querem números. A figura de Jesus Cristo é livremente usada para escárnio, e eles fingem não ver e porque? porque querem criar uma nova geração de anti-cristãos. Lembrando que o querido youtube possui no youtube BR vários "especialistas em política" para manipular você enquanto vídeos zombando dos cristãos não fere em nada na política do site, mas vídeos como o Matéria Prima Original do pastor Juninho Lutero que mostrava um clipe de que família é pai e mãe, foi removido e o pastor quase processado por "homofobia" (como se existisse lei para isso). 

E também ao querido Pizzaria Brasil, cujo seu canal foi apagado sem nenhuma notificação ou algo que seria contra as políticas do site, apenas porque defende os cristãos e ridiculariza de forma inteligente os neo ateus. Isso acontece porque todos esses sites trabalham para um bem comum: diminuir a influência de Jesus no mundo. 

Pode ver que a influência judaico-cristã na sociedade é muito grande e então eles devem ser uma das ferramentas para diminuir essa influência para aquilo que chamamos de Nova Ordem Mundial, sim, ela existe e diferente de muita loucura que as pessoas pesquisam que nem doidas sobre Illuminati, um dia vai acontecer da mesma forma que profetizado.

E quais são as leis que esses sites impõe para semear a palavra anti-cristã ao mundo?

  1. Qualquer ponto que ofenda ou fale mal de gays, o usuário será punido.
  2. Qualquer coisa que zombe de Jesus ou dos cristãos, não acontecerá nada (no máximo uma punição super leve).
  3. Qualquer coisa que fale mal ou refute as coisas anticristãs (chegando a incomodar), tem que ser removido da página por não respeitar as "políticas".
  4. Qualquer coisa que seja em favor da família, se incomodar, será removido.
  5. Qualquer coisa que incentive o homossexualismo, será aceito e não removido do site.
As tais políticas também podem ser usadas nos blogs. Lembrando que o blog As Maiores Mentiras da Humanidade do meu gêmeo recebeu uma punição ferrenha do Google por causa das denúncias de ateus e gays, cujo ele teve que criar uma versão 2.0 do site para ter a liberdade de expressão de volta. 

Mesmo que os blogs sejam uma boa arma contra as palhaçadas de leis "democráticas" (onde apenas o cristão se ferra), ainda temos um pouco de dificuldade para estabelecer nossa querida influência judaico-cristã. O jeito é criar um servidor próprio e aí sim, falar o que nos convém.

Também quero lembrar que minha conta do facebook já tem duas punições por causa de coisas que eu falei a gays, cujo mais uma eu tenho o risco de perder minha conta, por isso eu tenho que tomar o cuidado para não perdê-la. Sendo que já ouvi coisas piores de ateus e de pessoas anticristãs e até hoje ficou no que ficou: em nada. Ainda bem que os seguidores de Jesus desse mundo o tem, então não precisam depender de pequenas leis de sites - deixa que ele nos defenda.

E o resultado?
O resultado dessas leis do site junto aos "especialistas em política e em sociologia" do youtube é uma geração que não tem muito respeito pelos mais velhos. Gostam de falar o que quiser porque apenas podem, não tem nenhum limite! Podem chegar para um cristão numa rede social e xingá-lo da maneira que quiser e fica por isso. Mas se fizer o mesmo contra um neo-ateu ou gay, receberá uma nova punição. 

E porque isso acontece: porque mais uma vez, como na TV querem lhe passar um mundo que não existe - um mundo onde "Deus não existe" e isso, com toda a manipulação e esforço que fazem nunca terão o resultado que desejam, pois Cristo disse: ESTA É A MINHA IGREJA E AS PORTAS DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO CONTRA ELA.

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção: não serão aceitos comentários que visam ofender minha pessoa seja de qualquer forma. Qualquer comentário ofensivo será imediatamente deletado e eu nem perderei meu tempo ao lê-lo. Grato!

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Laundry Detergent Coupons